Natércia (peregrina a pé)

Uma mochila bem arrumada

Carregando a mochila

Na mochila deve levar-se apenas o essencial. 500 g a mais, 10 km depois já pesam 5kg.

Para além da mochila deve levar-se um cantil, chapéu e óculos de sol, bolsa de cintura e um bordão ou bastão de caminhada (há quem prefira dois).

SACO-CAMA – deve ser leve e compacto. Eu levo o meu fora do saco usual (poupa trabalho todas as manhãs). Ponho-o no fundo da mochila todo amachucado com as restantes coisas por cima.

CAPA DE CHUVA – a minha tapa também a mochila

SAPATOS EXTRA – podem ser socos de borracha que para além de dar para tomar banho com eles, também servem para descansar os pés à chegada. Para além disso são muito leves.

CASACO TAPA-VENTO- fino no Verão, mais forte se for Inverno.

POLAR – leve e quente

CALÇAS – umas para caminhar e outras para a chegada. Há quem prefira andar de calções.

T-SHIRT ( 3 ) – uma pode ser de manga comprida.

CUECAS ( 3 ) – de preferência sem costuras.

MEIAS – 3 pares para treking + 2 pares confortáveis para a chegada.

Atenção com o tipo de roupa que se leva. Usualmente recomenda-se algodão o que é profundamente errado. Temos uma ideia antiquada sobre as fibras. Hoje em dia há fibras técnicas de alta qualidade e muito mais confortáveis. Não retêm a transpiração, não ganham cheiro, são leves e secam depressa.

Quanto às meias recomendo mais uma vez a fibra ( coolmax ). Não vou mencionar marcas, mas as minhas têm até pé direito e esquerdo. Nunca saem do sítio e são comprovadamente anti-bolha.

TOALHA – as opções são variadas : toalha de desporto, pano “vileda” grande (muito absorvente e leve), toalha velha pequena ou ……

AGULHA e LINHA – não só para a costura. Pode fazer falta para alguma bolha traiçoeira.

PAPEL HIGIÉNICO ( pouco)

SABÃO para lavar a roupa

ALFINETES DE AMA – em vez de molas para a roupa. São mais leves, ocupam menos espaço e fixam-se mais facilmente à mochila quando a roupa tem que ir pendurada a secar. Um cordel fino e não muito grande pode dar jeito.

LANTERNA PEQUENA

CORTA-UNHAS

PINÇA

CANIVETE

COLHER pequena e de plástico ( mais leve )

PROTECTOR SOLAR

PROTECTOR DE LÁBIOS

LIGADURA ELÁSTICA – um joelho elástico pode ser necessário

PRIMEIROS SOCORROS

Bétadine

Fita anti-bolha

Compeed – para bolhas e feridas

Anti-estamínico

Anti-diarreico

Pomada ou Gel para dores musculares

Não esquecer que há farmácias pelo caminho.

HIGIENE PESSOAL – Não levar grandes quantidades de nada. Pelo caminho há lojas e super-mercados para repor o stock. Cuidado com o peso.

TRUQUES

Para tratar os pés uso “Vick Vaporub”  antes de começar a andar.

À chegada, depois do banho, uso “Lauroderme pasta” e calço umas meias confortáveis. Estas podem ser de algodão. Os pés ficam como novos.

Levo sempre um PAREO – serve de roupão, lençol, pode servir de toalha e até proteger do sol, etc.

Uma garrafa pequena de plástico vazia – serve para muita coisa. Levar restos de refrigerante, sumo, chá, etc e até para nos lavarmos numa emergência.

Saquetas de sais de fruto – Para caimbras e baixas de tensão ( cá temos a garrafa em função )

NÃO ESQUECER

Documentos pessoais

Telemóvel e respetivo carregador

Um isqueiro pequeno ( para desinfectar agulha, tesoura ou pinça )

Uma ficha tripla porque pode não haver muitas tomadas.

OS SAPATOS OU BOTAS devem ser bem escolhidos. Têm que ser estáveis e resistentes à água.

O ideal será terem solas Vibram e Goretex. Cuidado com o tamanho.

Os dedos não podem bater à frente.

A minha mochila tem apenas 28 litros e cabe lá isto tudo.